20070708

E assim cantou Françoise Hardy

"When the roses sweetly growing
Lose their petals one by one
Let my name be sorrow
Let my name be sorrow"

(Algumas lágrimas.)

3 na trincheira.

Rafael Alencar disse...

"Como você, tenho um coração
Que não pode prometer nada.
A quem o amor assusta
Mas que talvez te ame?
De que serve escondê-lo?
De que serve escapar dele?

Eu não tenho nada a te oferecer
Além do que meus olhos vêem
Você não quer sofrer
Mas quem não sofre?
De que serve evitá-lo?
De que serve você ir?"

Françoise Hardy, muito bom gosto moça bonita e inteligente.
:P

Feérica Fuzilêra disse...

Emocionada, só...
Obrigada, Rafael! ;*

Rafael Alencar disse...

Que bom que vc gostou, pois postei com a maior sinceridade, Carolina.
Bjo