20080828

Almas Cinzeladas

Que as "belas gêmeas", almas a cantar sobre cinzas, ainda possam esculpir-se mutuamente.
Que rara cumplicidade, que incomum sintonia! Somos almas sedentas de um profundo êxtase, Amormeuzinho... Percebes?

Purifiquemos o duplo irreal, rompamos o fio dourado que nos detém e, por fim, façamos do Amor uma canção sincera.
Beija-me com a tua alma, doce camponês... Meu coração está contigo!
Eis a minha entrega, eis a minha devoção.
Eterna.

20080827

Ordinais Naturais

Bendito seja o vosso número!

BBBlog

"Os figurinos são a ponte de ligação entre o ator e o olho do espectador. São linhas, formas, cores e significados que têm a função de ligar ator e platéia, dando pistas sobre aquele que o veste, manifestando até mesmo, externamente, formas internas de um personagem." (Fausto Viana)

20080825

Pastiche ou pistache?

Língua pra lamber resto ou língua pra manifesto?

(SANTA PAROLA!)

20080824

Coisa de Piá Pançudo

"Dos 27 eu não passo! Saca a pira... Vou virar herói, véi!"

20080814

BAH, TREM DOIDO!

"Os não-mineiros, ignorantes nas coisas de Minas, supõem, precipitada e levianamente, que os mineiros vivem - lingüisticamente falando - apenas de uais, trens e sôs." (Autoria desconhecida)

"Já não tens o ar festivo,
Das longas noites de inverno,
Quando a indiada puro cerno,
Te rodeava folgazona
E quando, sobre a carona,
Enquanto a tropa dormia,
O chiru velho mexia
Nas hileras da cordeona!"
(Jayme Caetano Braun - poeta gaúcho, TCHÊ!)

Ocê num tem ardifésmarnão
Das noitádinverno
Quandupovão bãodimaisdaconta
Rudiavocê filizim da vida
Iquando, arriado no trem,
Inquantusbicho durmia,
O cabocuvéi mixia
Nutecládassanfona!
(Livre tradução de minha autoria, SÔ!)

20080813

Artistas de Plástico

O advento da estratificação/complexificação social e a afirmação de suas inerentes relações de poder/saber ocasionaram a histórica ruptura que criou a cisão "Artes Plásticas" e "Artesanato" (oh, meras nomenclaturas, meras instâncias!). Às academias de belas-artes e aos seus altivos artífices incutiram-se o elitismo, o preconceito e tolas crendices... Quanta pretensão, não?
Leda ingenuidade, a daqueles que distinguem arte de artesanato!

"Eu fico contente por ser reconhecida como artesã." (Young-Jae Lee - artista plástica)

20080806

Círculo Vicioso

Da escravidão à emancipação; da "igualização" à coisificação.

20080804

Paulina Vinderman

LA BALADA DE CORDELIA - I
Sabrá la hora en el momento exacto
y conocerá la medida de su sombra.
Todo es fácil,
y lo difícil se aquieta lo bastante
para apresarlo con cordura.

Cordelia piensa en luz
y en el diario suicidio de la noche.
"Apresúrense que ya es hora",
había dicho Eliot un minuto antes de las doce
en un libro sin figuras en la tapa.
Duramente Dios está fuera de la línea
si sólo se trata de enmantecar un poema
mientras asoma la vigilia.
"Esa guerra es mía",
piensa Cordelia con un ojo al viento,
"y no hablaré de mi culpa existencial.
Me haré sabia de a poco, sabia de profesión
con un curriculum brillante de soberbia
y un zapato sin cordones."
De prisa, de prisa que es la hora,
porque el sol ahuyenta la locura.