20090106

Desenhos

Eis-me aqui a desenhar sorrisos através das constelações de flores!
Misteriosas constelações enleadas na sedutora névoa estelar...

Os sorrisos assim esboçados eternizam-se nos semblantes daqueles que conhecem os segredos de uma Rosa.

Eu, Rosa, resguardo-me no raro fulgor dos olhos de quem amo.

2 na trincheira.

Loan disse...

Olá, Rosa. Que lindo poema, ou deveria dizer, que linda prosa?

Quanto tempo...

Beijos

Mr. Ziggy disse...

O perfume de suas palavras foi deliciosamente bom de sentir: ouvir/respirar. Voltarei mais ao seu roseiral. Abraceijo!