20100212

Natureza Morta

Findava o dia. Pela fresta da ventana, visitara-me um incomum frescor - eis que anunciava-se a chuva. O sol inda cintilava entre as nuvens; apesar disso, manifestava em seu semblante a rebeldia da tempestade.
Logo, pude ouvir um agudo sussurro vindo do jardim. Era uma bela - mas muito frágil - rosa, prestes a despetalar-se de pavor, prestes a fenecer ante o porvir do temporal.
Não hesitei, e, depressa, acolhi-a ternamente.
Com a pequenina entre meus finos dedos, disse-lhe que nenhum mal haveria de nos acometer. Seu corpinho estremecia; mas ela suspirava, aliviada, ao mesmo tempo. Meneou, então, suas róseas pétalas com um nobre gesto de reverência - misteriosa gratidão.
Agora eu já hesitava e ponderava: "Teria eu o direito de tirar-lhe a seiva? Ou de sufocar-lhe com uma redoma de vidro?"
Falei-lhe novamente, bem baixinho, e ela assentiu.
Já era noite, pois. Não mais que de repente, percebi que a minha linda flor empalidecera. Era o seu último sopro de vida. Já estava ressequida.
Com profundo luto, colhi-a. Minhas lágrimas, que agora vinham com as águas do céu, desfolharam-na. E, com carinho, lancei à terra suas pétalas. Suspirei profundamente a contemplar aquela beleza morta. Disse-lhe adeus e fechei a janela.

5 na trincheira.

Bigo Bernardes disse...

A morte. Sempre triste e inevitável. Nunca desejada e sempre presente. Do pó ao pó. É assim.

Me divirto antes que tudo acabe em chamas?

Feérica Fuzilêra disse...

"I don't know what's gonna happen, man, but I wanna have my kicks before the whole shithouse goes up in flames." (Jim Morrison)

HEXE ANGEL disse...

a morte era o que eu mais desejava
mas sempre o amor tira da gente este pensamento triste...

TRAPUS DE LUXO (in concert) disse...

Seria a Amor mais forte que a própria morte???

Feérica Fuzilêra disse...

Sempre acreditei que sim.