20170406

NOM


Olá, humanos! Meu nome é NOM.

Saibam que agrego toda a massa produzida pela (nossa) sociedade coprofágica. Sim!

E, em movimentos espiralados (peristálticos, para vós), já em pedaços, sempre reciclo-me neste formato. Às vezes, confesso, as formas mudam e variam muito de tamanho. Mas isso não representa qualquer problema!

Pois justifico: a demanda por carapuças está em alta nesses últimos três a quatro anos.

Haja!

Ninguém na trincheira.