20090322

A Espera

A ESPERA
Onde estarás agora?
Manda-me um sinal,
meu Lírico Lírio!
Cá estou, na eterna espera,
a sonhar com tua calidez.
Sê discreto, por favor,
mas manda-me um sinal,
meu eterno Amor!
Tua Cordélica Rosa,
em sua sempiterna lucidez,
aguarda-te, cá fora,
entre as heras do Jardim Secreto.

Sem ti, não há cor nem primavera...

1 na trincheira.

La anarquia! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.