20110211

"Les Demoiselles de Rochefort"


Poesia, musicalidade e finesse.

Apresento-lhes uma das maiores pérolas dos cineastas Agnès Varda e Jacques Demy: "Les Demoiselles de Rochefort" (FRA, 1967).

Brilhante romance musical: o cenário francês da época, as cores, a distinta arte. Enfim, uma obra encantadora. Trunfo da admirável inventividade do "casal Demy".

Eis a história de duas irmãs gêmeas que sonham com seus verdadeiros amores e com a realização artística em Paris. Delphine e Solange, respectivamente, são maravilhosamente interpretadas por Catherine Deneuve e Françoise Dorléac. (Diga-se de passagem que tais talentosas atrizes são irmãs também na vida real.)

Delphine dá aulas de dança; Solange, aulas de música. Elas vivem em Rochefort, uma bela cidade litorânea, e sequer imaginariam, até então, que as presenças de um marinheiro e de um músico mudariam suas vidas para sempre.

Gene Kelly, George Chakiris, Jacques Perrin e Jacques Riberolles igualmente revelam todo o seu encantamento e brilhantismo ao espectador.

O filme tem ótima trilha sonora composta por Michel Legrand.

Esse é um longa-metragem digno de todos aqueles que apreciam um bom e requintado filme repleto de charme!

Aqui, a famosa "Chanson des Jumelles". Adorável!

Ninguém na trincheira.